15 de fevereiro de 2011

Estou esperando por você!

Hoje eu só queria lhe dizer que senti a sua falta. Ou melhor, sinto. Diariamente.
Hoje eu só quero que tenha a certeza de que eu jamais o esqueci, apesar da distância que nos separa.
Sempre trago comigo esse aperto no peito, esse nó na garganta que às vezes estrangula o meu ar.
Ah... como eu já tentei abandonar essa saudade! Como eu já tentei arrancá-la de mim!
Hoje eu já nem tento mais, já me dei por vencida. Já me convenci de que é impossível não sentir a sua falta, porque é igualmente impossível tirá-lo do meu coração, da minha vida, da minha memória.
Não queria dizer isso, mas você já é parte de mim!
Sabe, para ser bem sincera, nem eu mesma me dei conta de quando isso aconteceu. Quando percebi você já era essencial.
Hoje não tenho muito mais o que fazer senão esperar. Esperar e desejar que tudo aquilo que sonhamos, ou planejamos, realmente aconteça.
O mundo dá muitas voltas e prefiro acreditar que ele nos dará outra chance.
Posso até estar enganada, mas acredito que é só isso o que nos falta, uma oportunidade.
E enquanto a espero, sigo rezando e pedindo a Deus para que esse dia não demore muito a chegar.
Não vejo a hora de abraçá-lo novamente... mas não qualquer abraço. Quero aquele da última vez... que tem o poder de me fazer acreditar que estamos a sós no mundo inteiro.
Quero também poder tocar o seu rosto e sentir o calor da sua pele. Quero o seu beijo mais doce, o mais apaixonado. Quero perder a noção do tempo andando por aí de mãos dadas com você... quero reviver o que ficou para trás e construir um futuro ao seu lado.
Isso é tudo o que desejo e se preciso for, sou capaz de esperar a vida inteira para estar de novo ao seu lado... a única coisa que peço é que, dessa vez, seja para sempre!


"Não existiria som se não houvesse o silêncio
Não haveria luz se não fosse a escuridão
A vida é mesmo assim: dia e noite, não e sim
Cada voz que canta o amor não diz tudo o que quer dizer
Tudo o que cala fala mais alto ao coração
Silenciosamente eu te falo com paixão
Eu te amo calado, como quem ouve uma sinfonia
de silêncio e de luz
Nós somos medo e desejo
Somos feitos de silêncio e som
Tem certas coisas que eu não sei dizer (e digo)."
(Certas coisas - Lulu Santos)

Um comentário:

  1. Gostei muito do seu blog... te seguindo... o meu é http://cimaradesa.blogspot.com/ adc ai !!!

    ResponderExcluir